Wednesday, May 10, 2006

O tio do Felipe se incomoda com pouco

O tio do Felipe expulsou ele de casa.

Conheci o Felipe quando dava aulas de inglês na mesma escola que ele em 2003. Ele era um menino ainda, 21 ou 22 anos, loiro, alto, boa pinta e super gente fina. Éramos bem amigos e volta e meia ele vinha chorar seus problemas.

O Felipe é gay, por isso o pai lhe expulsou de casa e ele foi morar com o tio. Na casa do tio ele podia levar para dormir o Júlio, seu namorado há dois anos. O tio, solteirão, era bem sossegado com isto, fazia café da manhã para os dois.

Uma noite quando os dois fizeram muito barulho o tio do Felipe deu uma reclamada leve. Mas foi algo normal, longe de ser motivo para brigas.

O tio estranhou um pouco quando o Júlio e o Felipe levaram mais um amigo para dormir com eles, o barulho foi mais intenso, mas ele passou o café pela manhã.

Entretanto, este carinha novo começou a ligar e cantar o Felipe. Numa noite ele foi dormir com o Felipe sem o Júlio estar junto.

No outro dia de manhã, o tio, antes do café da manhã, liga pro Júlio contando tudo e expulsa o Felipe de casa. Traição não é coisa que se faça.

4 comments:

Tuaregue said...

Paranaense que sou, gosto das coisas boas de lá. Dalton Trevisan é uma delas. "O tio do Felipe" como conto curto, se não tem o mesmo estilo do Danton, tem em comum o tema insólito tratado com crueza, e a acidez das palavras francas. Cotação: CURTO, GROSSO e BOM.

Augusto Ouriques Lopes said...

Obrigado, Tuaregue. Tem coisas que são interessantes simplesmente por serem.

Anonymous said...

Hey what a great site keep up the work its excellent.
»

Watcher said...

estava viajando pela internet... procurando coisas sobre Peiote, caiu de paraquedas no teu blog, no post q falava sobre as coisas que um homem deve fazer antes de morrer. Comecei a ler tudo, pq, pombas, é tudo muito bom, e li esta breve narrativa.
Acho o pai do Felipe um merda, E o Felipe um merda, apenas de maneira diferente: um é preconceituoso, o outro nao tem moral... Mas o tiu do felipe... esse sim, é um homem descente... gostei da estória, realmente gostei...