Saturday, May 06, 2006

Ninguém escreve

Toda sexta-feira o coronel espera por uma carta do governo que garantirá sua pensão. Todos, sua mulher, seus vizinhos, até ele mesmo, sabem que esta carta nunca chegará, mas a esperança, mesma que ilusória, o mantém vivo.

Quando há alguns anos li o livro do Gabriel Garcia Marquez "Ninguém escreve ao Coronel" não dei tanto valor. Hoje aqui nos EUA esperando há meses por uma carta da imigração americana que trará um visto de trabalho, entendo que a boa literatura é indefectível.

4 comments:

Tuaregue said...

Caro Ornito,
Criei um espaço (meio capenga)cujo endereço
é :http://spaces.msn.com/otuaregue
Gostaria que vc "lincasse" no teu blog para que os leitores que aqui vêm fossem ao meu blog.

Anonymous said...

I really enjoyed looking at your site, I found it very helpful indeed, keep up the good work.
»

Anonymous said...

This site is one of the best I have ever seen, wish I had one like this.
»

Anonymous said...

Very best site. Keep working. Will return in the near future.
»