Wednesday, April 26, 2006

Adivinha no que estou pensando?

Na revista Scientific American deste mês saiu um anúncio de uma máquina para ler a atividade cerebral. O artefato da empresa japonesa Hamamatsu se assemelha bastante com aqueles capacetes cheio de tubos e luzes que qualquer bom cientista estereotipado na TV e no cinema tem. O texto do anúncio explica que o leitor de atividade cerebral diferente dos que já existem por aí usa luz no lugar de radiação ou campos magnéticos, sendo assim mais seguro (se eles dizem nós acreditamos). O texto ainda entra em detalhes técnicos mas o mais interessante é o para que serve: Para saber se durante o expediente uma cabeça está ativamente trabalhando numa tarefa ou em estado de descanso. Putaqueopariu! Vai ver este será o verdadeiro Big Brother. Não uma câmera filmando as pessoas a todos momentos, mas algo que terá que ser usado no trabalho para ver se você está realmente elaborando uma planilha, ou simplesmente olhando para a tela do computador com o final de semana na praia em mente. Não me venha com esse papinho de ócio criativo!

1 comment:

tuaregue said...

PARECE QUE É ISSO MESMO, A CIÊNCIA ATRELADA AO CAPITALISMO SELVAGEM, O HOMEM PASSA A SER APENAS A MÁQUINA QUE, LIGADA NUMA TOMADA, ESTÁ PERMANENTE E EFICIENTEMENTE A
SERVIÇO DO DEUS CAPITAL. O ORNITORRINCO PEGOU NA VEIA.