Monday, April 23, 2007

Eu não volto mais pro Brasil.

Espero que esta breve explicação ajude meus amigos a entender.

Vejo a migração de um país pobre para um país rico como a saída do interior para a capital.

Não há um lugar melhor ou pior. É escolha.

A família e os amigos ficam lá e com razão cantam as qualidades do campo. O coração dói, dá saudades pra caramba. Por favor não se enganem; não são as luzes da metrópolis que hipnotizam o cumpadre. Lá há um elemento chamado descobrimento flutuando no ar. Há a descoberta de novas oportunidades e diferentes valores. Há uma visão mais ampla do mundo.

Como muitos, meu pai inclusive, que saíram da cidade pequena, eu pretendo não voltar mais e me entregar por completo à cidade grande.

4 comments:

J.J. said...

"O mundo é do tamanho que nos parece", isto quer dizer que somos nós que estabelecemos o nosso universo. Se a uns contenta o limite geográfico de um pais, estado ou cidade, a outros o planeta é o seu limite, tudo uma questão de desapego e visão. Parabéns a você e a todos aqueles que vêem o mundo como o quintal de casa.

Sa - Nashville said...

De amiga que tambem mudou para a 'cidade grande' e nao planeja voltar... e dificil dizer que isso nunca vai acontecer...
O mundo da muitas voltas.

Tomara que a gente se encontre numas dessas voltas.

Beijos,Sa

Augusto Ouriques Lopes said...

Bom encontrá-la aqui.
Pois você tem razão Sá. Se chega o dia de eu querer voltar para o Brasil já tenho um título para um post: "Redenção! Estou voltando pro meu país amado!"

eduardo said...

Não entendi o real motivo pelo qual não deseja voltar ao Brasil...