Thursday, April 26, 2007

A volta à vida do Ornitorrinco

Este blog tem três tipos de leitores:

Os amigos e familiares, que muitas vezes entram no blog por pena ou por se renderem aos vários insistentes pedidos de “Leiam O Ornitorrinco, por favor!” por email, msn, telefone.

O segundo grupo são os sujeitos que googlam* uma palavra ou frase que os trazem até aqui. Estes constituem a maioria dos acessos num dia qualquer, mas também são os que entram uma vez e nunca mais voltam.

Entretanto de vez enquando um destes perdidos acabam gostando de algo que lêem aqui e viram frequentadores, o terceiro grupo. Admito, dá um pingo de orgulho. Obrigado a todos vocês dois!

(Para saber de tudo isto é fácil. Basta instalar uma ferramenta que permite que você confira quantos acessos seu blog teve e de que parte do mundo ele foi acessado, além do tempo de permanência de cada leitor.)

Apesar deles serem sempre bem-vindos, o que faz este blog continuar vivo não são estes leitores que me descobriram por acaso, gostaram do que escrevo e continuaram voltando. Este blog é como um boteco de família. Quero que vocês meus amigos venham a hora que quiserem, coloquem os pé em cima da mesa, arrotem, peidem, pagem ou pendurem a conta.

Acho que as saudades diminuem um pouco se posso contar minhas estórias mesmo estando atrás do balcão.

*Todo mundo já deve saber, mas só no caso: Google já virou verbo, tá?

5 comments:

J.J. said...

É, eu sou o leitor que além de peidar, arrotar e coçar o saco ainda reclamo.

Daniel Caron said...

Curti o Ornitorrinco em mergulho! E é verdade, este blog parece mesmo um pouco com um bar. Eu pelo menos estou sempre tomando uma cerveja quando leio as histórias.

Abraço

Verbena said...

O terceiro tipo são os que te acham no orkut?

Drê said...

Oie Gú;
Todos entram porque vc escreve maravilhosamente bem ... e pq com certeza pode-se matar um pouquinho da saudade da sua pessoa!!!
Que bom que voltou com tudo!!
Coloque mais fotinhos!!
Bjosss

eduardo said...

Aqui é bem possível matar a saudades de nossas conversas no boteco, das discussões inteligentes, outras inúteis.

Está escrevendo cada vez melhor. A evolução desde a matéria sobre leptospirose é facilmente percebida...

Abração